Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

Musical Evangéico
No comando: Musical Evangélico

Das as

Coisa de Mulher
No comando: Coisa de Mulher

Das as

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões – Pr. Waldemar Doberstein

Das 20:00 as 22:00

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões

Das 20:00 as 22:00

Coruja de Sexta I
No comando: Sexta de Primeira

Das 22:00 as 00:00

Um amigo na madrugada
No comando: Um amigo na Madrugada

Das 00:00 as 04:00

café da manhã
No comando: Café da Manhã com Jesus

Das 06:00 as 08:00

WhatsApp Image 2019-10-29 at 09.12.20
No comando: Júlio César Show

Das 08:00 as 12:00

WhatsApp Image 2019-10-29 at 09.24.46
No comando: Show da 95

Das 12:00 as 14:00

Voz Missonária II
No comando: Voz Missionária

Das 14:00 as 14:30

Sem título
No comando: Clube do Louvor

Das 14:00 as 15:00

WhatsApp Image 2020-01-23 at 09.23.15
No comando: TARDE MÁXIMA

Das 15:00 as 17:00

WhatsApp Image 2019-12-04 at 18.00.10
No comando: Mundo Gaúcho

Das 17:00 as 19:00

58577572_2213722078719533_2788416450736422912_n
No comando: CONEXÃO VIDA

Das 18:00 as 20:00

CIBI
No comando: CIBI – Igreja Batista Independente

Das 22:00 as 00:00

“Papai do céu nos ajudou”, diz Bolsonaro sobre ICMS do diesel

Compartilhe:
46422029224_9f4ffa7214_k-e1631058618108-768x497

 

“Papai do céu nos ajudou”, diz Bolsonaro sobre ICMS do diesel

Na noite desta sexta-feira (13), o presidente Jair Bolsonaro celebrou a decisão do ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF), de suspender a maneira como os estados aplicaram a alíquota única do ICMS no diesel. Durante um evento em Campos do Jordão, Bolsonaro afirmou que “papai do céu” ajudou e que Mendonça tomou sua decisão com “total isenção”.

Um projeto de lei aprovado pelo Congresso em março fixou uma alíquota única para o tributo estadual sobre o diesel. No entanto, secretários estaduais de fazenda definiram um valor nominal para o imposto, mas permitiram a possibilidade de aplicar descontos, uma maneira de burlar a nova legislação, já que cada estado poderia manter uma alíquota similar àquela de antes.

Diante disso, o governo acionou o STF por meio da Advocacia-Geral da União (AGU) e determinou a suspensão da medida adotada pelos estados, com o objetivo de se chegar a um “consenso” sobre o tema.

Ao comentar a decisão, Bolsonaro disse suas ações no STF tem 20% de chance, já que dois integrantes foram indicados por ele.

– Ajuizamos uma ação no Supremo Tribunal Federal, e lá eu tenho dois ministros indicados por mim. Então a chance é de 20%. E papai do céu nos ajudou. Hoje pela manhã ajuizamos a ação, caiu com o ministro André Mendonça e com total isenção ele deferiu a liminar, de modo que o ICMS do diesel tem que ser uniforme em todo o Brasil – apontou.

Pleno News

 

Deixe seu comentário:

Redes Sociais

Blog da 90