Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

Coisa de Mulher
No comando: Coisa de Mulher

Das as

Musical Evangéico
No comando: Musical Evangélico

Das as

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões – Pr. Waldemar Doberstein

Das 20:00 as 22:00

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões

Das 20:00 as 22:00

Coruja de Sexta I
No comando: Sexta de Primeira

Das 22:00 as 00:00

Um amigo na madrugada
No comando: Um amigo na Madrugada

Das 00:00 as 04:00

café da manhã
No comando: Café da Manhã com Jesus

Das 06:00 as 08:00

WhatsApp Image 2019-10-29 at 09.12.20
No comando: Júlio César Show

Das 08:00 as 12:00

WhatsApp Image 2019-10-29 at 09.24.46
No comando: Show da 95

Das 12:00 as 14:00

Voz Missonária II
No comando: Voz Missionária

Das 14:00 as 14:30

Sem título
No comando: Clube do Louvor

Das 14:00 as 15:00

WhatsApp Image 2020-01-23 at 09.23.15
No comando: TARDE MÁXIMA

Das 15:00 as 17:00

WhatsApp Image 2019-12-04 at 18.00.10
No comando: Mundo Gaúcho

Das 17:00 as 19:00

58577572_2213722078719533_2788416450736422912_n
No comando: CONEXÃO VIDA

Das 18:00 as 20:00

CIBI
No comando: CIBI – Igreja Batista Independente

Das 22:00 as 00:00

Juízes e promotores conservadores indicam desembargador evangélico para STF

Compartilhe:
william-douglas-1

 

Juízes e promotores conservadores indicam desembargador evangélico para STF

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), recebeu uma carta enviada por um grupo formado por 100 juízes e integrantes do Ministério Público (MP) pedindo a indicação do desembargador federal William Douglas, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), para o STF.

De acordo com o Metrópoles, o grupo se declara conservador e agrega juízes e desembargadores federais, estaduais e do trabalho, além de procuradores da República e integrantes de MPs estaduais e do Ministério Público Militar.

Na carta, os signatários apontam o desembargador federal como o substituto ideal a Marco Aurélio Mello devido a sua posição ideológica.

“Entendemos que o desembargador William Douglas representa os anseios do povo brasileiro no que diz respeito aos valores intrínsecos ao Estado de Direito, que, por excelência, é democrático, valores esses como o direito à vida, inclusive a intrauterina, a proteção do núcleo familiar, a proteção do bem-estar das nossas crianças, o respeito à liberdade religiosa, dentre outros”, enumerou o grupo.

Pastor da Igreja Batista Getsemani, William Douglas seria, de acordo com o documento, “destinatário da aceitação por um grande contingente de cristãos”.

Conforme uma enquete feita pelo Gospel Prime, a maioria dos conservadores gostaria que o Supremo fosse formado por juízes de carreira.

O juiz de segunda instância é preferido também pela grande maioria dos líderes evangélicos do país, que chegaram a indicar seu nome em uma lista tríplice apresentada ao presidente da República.

Gospel Prime

 

Deixe seu comentário:

Redes Sociais

Blog da 90