Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões – Pr. Waldemar Doberstein

Das 20:00 as 22:00

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões

Das 20:00 as 22:00

Coruja de Sexta I
No comando: Sexta de Primeira

Das 22:00 as 00:00

58577572_2213722078719533_2788416450736422912_n
No comando: CONEXÃO VIDA

Das 17 as 21

Um amigo na madrugada
No comando: Um amigo na Madrugada

Das 00:00 as 04:00

café da manhã
No comando: Café da Manhã com Jesus

Das 06:00 as 08:00

FAMÍLIA MISSIONÁRIA
No comando: Família Missionária

Das 08:00 as 11:00

Coisa de Mulher
No comando: Coisa de Mulher

Das 11:00 as 12:00

Sem título
No comando: Clube do Louvor

Das 12:00 as 14:00

Voz Missonária II
No comando: Voz Missionária

Das 14:00 as 14:30

rÁDIO DO BEM - MUSA FM (3)
No comando: Show da 95

Das 14:00 as 17:00

MUNDOGAUCHO
No comando: Mundo Gaúcho

Das 17:00 as 19:00

Musical Evangéico
No comando: Musical Evangélico

Das 20:00 as 22:00

CIBI
No comando: CIBI – Igreja Batista Independente

Das 22:00 as 00:00

Jovem que baleou namorada em cidade gaúcha diz que disparo foi acidental

Compartilhe:
67438303_400813050548690_4146004618855317504_n

 

Em uma nova versão dos fatos, o jovem que baleou a namorada no bairro Vera Cruz,, em Passo Fundo, no último domingo (11) afirmou para a polícia que o tiro foi acidental. O autor do disparo tem 21 anos, possui passagens, mas a polícia optou pela não divulgação do seu nome. Já a vítima foi identificada como Dhienifer Costa Siqueira, 18 anos.

A primeira versão apresentada pela vítima, ainda no domingo, é que ela caminhava pela rua com o namorado quando um homem se aproximou e atirou. Depois ela contou que o tiro veio de uma casa. Por último, a versão de que o namorado efetuou o disparo foi confirmada pela vítima.

Conforme o rapaz, eles tiveram uma briga por ciúmes, após a mulher receber mensagens. Ele pegou a arma, mas acabou disparando sem querer, atingindo a cabeça da jovem. Ela sustentou a versão e afirmou que em nenhum momento o rapaz apontou a arma em sua direção.

A Polícia Civil segue as investigações para apurar o que realmente aconteceu. Caso fique provado que o tiro foi acidental, o jovem será indiciado por lesão corporal e posse ilegal de arma de fogo, uma vez que o revólver calibre 38 não tinha registro.

Caso se comprove que a intenção era matar a mulher, o autor será indiciado por tentativa de homicídio. A vítima, que levou um tiro na cabeça, segue internada e não corre risco de morrer.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: RD Foco

Foto: (Reprodução)

Postado Por: Jornalista Júlio César de Lima

Deixe seu comentário:

Redes Sociais

Blog da 90

  • menino-chorando

    O cristão e as aflições

      Nos dias de hoje tem sido notório um adoecimento coletivo da sociedade, não apenas as estatísticas, mas a realidade a nossa volta evidencia um aumento significativo no número de pessoas que sofre com... Leia mais

    Em 10/07/2019