Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

Coisa de Mulher
No comando: Coisa de Mulher

Das as

Musical Evangéico
No comando: Musical Evangélico

Das as

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões – Pr. Waldemar Doberstein

Das 20:00 as 22:00

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões

Das 20:00 as 22:00

Coruja de Sexta I
No comando: Sexta de Primeira

Das 22:00 as 00:00

Um amigo na madrugada
No comando: Um amigo na Madrugada

Das 00:00 as 04:00

café da manhã
No comando: Café da Manhã com Jesus

Das 06:00 as 08:00

WhatsApp Image 2019-10-29 at 09.12.20
No comando: Júlio César Show

Das 08:00 as 12:00

WhatsApp Image 2019-10-29 at 09.24.46
No comando: Show da 95

Das 12:00 as 14:00

Voz Missonária II
No comando: Voz Missionária

Das 14:00 as 14:30

Sem título
No comando: Clube do Louvor

Das 14:00 as 15:00

WhatsApp Image 2020-01-23 at 09.23.15
No comando: TARDE MÁXIMA

Das 15:00 as 17:00

WhatsApp Image 2019-12-04 at 18.00.10
No comando: Mundo Gaúcho

Das 17:00 as 19:00

58577572_2213722078719533_2788416450736422912_n
No comando: CONEXÃO VIDA

Das 18:00 as 20:00

CIBI
No comando: CIBI – Igreja Batista Independente

Das 22:00 as 00:00

Inter perde para o Juventude na Serra e precisará reverter desvantagem no Beira-Rio

Compartilhe:
1619989801_36

 

Inter perde para o Juventude na Serra e precisará reverter desvantagem no Beira-Rio

O Inter largou em desvantagem na briga por uma vaga na decisão do Gauchão. Jogando na Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, o Colorado foi derrotado pelo Juventude por 1 a 0, na tarde deste domingo (2), pelo jogo de ida da semifinal.
O gol foi marcado por Marcos Vinicios na segunda etapa. Com este resultado, os comandados de Miguel Ángel Ramírez terão de vencer por dois gols de diferença no Beira-Rio, no próximo sábado (8), para garantirem presença na grande final. Se ganharem por um gol, a decisão da vaga será nos pênaltis. Não há saldo qualificado no Estadual.

 

Mesmo sendo mandante, o Juventude teve de atuar fora de seus domínios, já que o Alfredo Jaconi passa por reformas no gramado. Isso não impediu que os caxienses tomassem a iniciativa no jogo logo aos 9 minutos. Aparando cruzamento da direita, Capixaba finalizou por cima do travessão de Lomba, mas o lance foi invalidado por impedimento.
O Inter, por sua vez, tentava obedecer a filosofia de Ramírez e trocava passes desde a defesa. Porém, seja pela marcação do adversário ou pelo mau estado do campo, encontrou dificuldades em passar da linha intermediária. Já o time alviverde encontrou o caminho às costas dos laterais. Assim, Wescley chegou à linha de fundo e cruzou rasteiro para a área, onde o centroavante Matheus Peixoto não alcançou a bola e ainda se jogou, reclamando um pênalti.

 

A primeira chance colorada foi criada somente aos 37 minutos. Apesar de acossado pelo marcador, Patrick conseguiu escorar para Mauricio que, vindo de trás, arrematou alto, longe do goleiro Carné. Antes do intervalo, o meia ainda desferiu outro chute da entrada da área, após cobrança curta de escanteio. Também para fora.

 

Apesar do esforço, o que se viu foi um jogo pobre, em que a maior emoção do primeiro tempo foi uma troca de empurrões entre Lucas Ribeiro e Matheus Peixoto, que acarretou em cartões amarelos para ambos.

 

Na volta do vestiário, o Juventude teve a oportunidade de abrir o marcador. Lançado por Wescley, Marcos Vinicios disparou em velocidade, mas foi traído pelo quique da bola e acabou perdendo o domínio da bola, que foi parar nos braços de Lomba.

 

O susto fez o Inter acordar. Aos 10 minutos, foi a vez de Palacios invadir a área e se chocar com o goleiro Marcelo Carné. Após sinalizar o pênalti, o árbitro Douglas Silva mudou de opinião ao consultar o VAR.

 

A partida parecia destinada a terminar com o 0 a 0 no placar. Tentando modificar o cenário, Ramírez promoveu duas substituições, colocando Nonato no lugar de Edenilson e Rodrigo Lindoso na vaga de Lucas Ribeiro, recuando Dourado para a zaga. Instantes depois, ainda perdeu Patrick, que acusou dores na coxa esquerda. Praxedes, escolhido para ingressar no time, mostrou serviço ao arrematar de longe, no meio do gol.

 

No entanto, quando o Inter se atirava ao ataque para buscar a vitória, cedeu espaço ao rival. Em lance muito semelhante ao do início do segundo tempo, Wescley lançou Marcos Vinicius, que ganhou de Dourado na corrida e chutou forte. A bola explodiu no travessão e quicou dentro do gol de Lomba: 1 a 0.

 

Buscando diminuir o prejuízo, Ramírez mexeu de novo, chamando Galhardo e Caio Vidal de uma única vez. As cartadas, no entanto, não renderam gols, o que deixou o Colorado obrigado a vencer no próximo fim de semana caso queira chegar à final.

Fonte: GZH

 

Deixe seu comentário:

Redes Sociais

Blog da 90