Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões – Pr. Waldemar Doberstein

Das 20:00 as 22:00

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões

Das 20:00 as 22:00

Coruja de Sexta I
No comando: Sexta de Primeira

Das 22:00 as 00:00

58577572_2213722078719533_2788416450736422912_n
No comando: CONEXÃO VIDA

Das 17 as 21

Um amigo na madrugada
No comando: Um amigo na Madrugada

Das 00:00 as 04:00

café da manhã
No comando: Café da Manhã com Jesus

Das 06:00 as 08:00

FAMÍLIA MISSIONÁRIA
No comando: Família Missionária

Das 08:00 as 11:00

Coisa de Mulher
No comando: Coisa de Mulher

Das 11:00 as 12:00

Sem título
No comando: Clube do Louvor

Das 12:00 as 14:00

Voz Missonária II
No comando: Voz Missionária

Das 14:00 as 14:30

rÁDIO DO BEM - MUSA FM (3)
No comando: Show da 95

Das 14:00 as 17:00

MUNDOGAUCHO
No comando: Mundo Gaúcho

Das 17:00 as 19:00

Musical Evangéico
No comando: Musical Evangélico

Das 20:00 as 22:00

CIBI
No comando: CIBI – Igreja Batista Independente

Das 22:00 as 00:00

Gasolina varia até R$ 0,35 entre Coronel Bicaco e Derrubadas

Compartilhe:
d514ecf68388f3b3db4e326f3e7e0793

 

Na microrregião o preço médio da gasolina é mais de R$ 0,30 mais caro que no estado

Tomando a ERS-317, para em seguida ingressar na 330, saindo de Coronel Bicaco até o município de Derrubadas são pouco menos de 70 quilômetros de estrada. No trajeto cruza-se por Redentora, Miraguaí e Tenente Portela, até chegar ao destino.

De carro esse tempo pode ser percorrido em cerca de 1 hora de viagem. Aparentemente sem muitas diferenças em um local e outros, claro, guardada as devidas proporções e particularidades de cada município, no entanto, na bomba dos postos de combustíveis a diferença pode ser sentida com muito mais força.

Coronel Bicaco foi onde encontramos a gasolina mais barata. Em um dos postos da cidade é possível encher o tanque do carro a R$ 4,52 o litro, muito abaixo do que é encontrado em Derrubadas, onde o motorista gastaria R$ 4,86 por litro, para o mesmo produto, ou seja, gasolina comum.

Nas cidades entre meio a origem e destino usado como referência, os preços mudam bastante. A média da gasolina na maioria dos postos é de R$ 4,84, mas é possível encontrar preços mais altos, como em Miraguaí onde encontramos o produto por R$ 4,85 o litro. Em Tenente Portela nos postos pesquisados o preço pelo litro da gasolina fica entre R$ 4,65 e 4,87, sendo este último o mais caro encontrado pela nossa reportagem na rota que seguimos.

A diferença de preço é ainda maior se espicharmos a viagem até a cidade de Três Passos. Na capital da Região Celeiro o preço da gasolina já foi inclusive matéria estadual na RBS TV e é possível encontrar gasolina a R$ 5,18. O preço mais alto da região.

Em Três Passos, nos quatro postos que pesquisamos, a gasolina variou de R$ 4,96 a R$ 5,18 por litro.

O preço da gasolina em nossa região é um dos mais caros do estado e não precisa ir muito longe para verificar essa abismal diferença. Em Palmeira das Missões, por exemplo, o preço médio do litro de gasolina é de R$ 4,67, mas é possível abastecer na cidade a R$ 4,49.

Em Santa Rosa o preço médio é de R$ 4,59, mas existe pelo menos um posto da cidade que está vendendo a R$ 4,36.

O preço da gasolina caiu pela oitava semana consecutiva no Rio Grande do Sul. A média do litro passou a custar R$ 4,50, ou seja, uma redução de cinco centavos em relação à pesquisa anterior da Agência Nacional do Petróleo. É o menor patamar desde março.

O menor preço do estado é de R$ 3,95, encontrado em Passo Fundo, que ocorre por uma forte concorrência entre postos de combustível do município.

O preço médio do produto tem reduzido no estado de modo geral, mas pelo menos por hora, a redução que chega as bombas da região ainda é tímida ou quase inexistente, já que não encontramos em nossa rota, nem um posto vendendo abaixo dos R$ 4,50 por litro que é a média praticada no estado do Rio Grande do Sul.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Observador Regional
Foto: Reprodução
Publicado por: Jornalista Júlio César de Lima

Deixe seu comentário:

Redes Sociais

Blog da 90