Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

Coisa de Mulher
No comando: Coisa de Mulher

Das as

Musical Evangéico
No comando: Musical Evangélico

Das as

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões – Pr. Waldemar Doberstein

Das 20:00 as 22:00

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões

Das 20:00 as 22:00

Coruja de Sexta I
No comando: Sexta de Primeira

Das 22:00 as 00:00

Um amigo na madrugada
No comando: Um amigo na Madrugada

Das 00:00 as 04:00

café da manhã
No comando: Café da Manhã com Jesus

Das 06:00 as 08:00

WhatsApp Image 2019-10-29 at 09.12.20
No comando: Júlio César Show

Das 08:00 as 12:00

WhatsApp Image 2019-10-29 at 09.24.46
No comando: Show da 95

Das 12:00 as 14:00

Voz Missonária II
No comando: Voz Missionária

Das 14:00 as 14:30

Sem título
No comando: Clube do Louvor

Das 14:00 as 15:00

WhatsApp Image 2020-01-23 at 09.23.15
No comando: TARDE MÁXIMA

Das 15:00 as 17:00

WhatsApp Image 2019-12-04 at 18.00.10
No comando: Mundo Gaúcho

Das 17:00 as 19:00

58577572_2213722078719533_2788416450736422912_n
No comando: CONEXÃO VIDA

Das 18:00 as 20:00

CIBI
No comando: CIBI – Igreja Batista Independente

Das 22:00 as 00:00

Flórida executa serial killer conhecido como “assassino da I-95”

Compartilhe:
gary_ray_bowles.-serial-killer-I95

 

A Flórida executou na noite de quinta-feira 22, com uma injeção letal, o serial killer Gary Ray Bowles, hoje com 57 anos, conhecido como “assassino da I-95” por ter matado homossexuais na década de 90 em diferentes trechos da rodovia.

Preso em novembro de 1994 em Jacksonville, Bowles confessou o assassinato de seis homossexuais em um período de oito meses daquele ano. A primeira vítima foi morta no início do ano – John Hardy Roberts, em Daytona Beach.

Nos meses seguintes, fez vítimas em Rockville, Maryland; Savannah, Georgia; Atlanta; e Condado de Nassau, Flórida. Em novembro, foi condenado à morte pelo último assassinato, de Walter Hinton, em Jacksonville Beach.

Bowles se declarou culpado de assassinato em primeiro grau em 1996 por ter matado Walter Hinton em Jacksonville Beach, jogando uma pedra de 40 libras em sua cabeça. Bowles então o estrangulou e encheu de papel higiênico e colocou um pano em sua boca, de acordo com documentos do tribunal. O corpo foi encontrado dentro da casa trancada, enrolada em lençóis e colchas.

Segundo o Departamento de Correções da Flórida, ele foi executado com injeção letal e declarado morto às 22h58 (horário local). Os advogados de Bowles apelaram à Suprema Corte para um prolongamento do caso, argumentando que Bowles era intelectualmente deficiente e isso era algo que nenhum tribunal havia considerado.

Porém, o estado argumentou que os advogados do serial killer não apresentaram uma reivindicação adequada até esta semana. O assunto deveria ser, e foi, decidido por um tribunal inferior de apelações, disse o estado.

O “assassino da I-95” foi a 99ª pessoa a ser morta na Flórida desde que a pena capital recomeçou em 1976. Bobby Joe Long, que foi condenado por matar oito mulheres na área de Tampa Bay em 1984, foi executado pelo Estado em maio. Com informações do Florida Today.

 

 

Fonte: Gazeta Brazilian News

Deixe seu comentário:

Redes Sociais

Blog da 90

  • Dating Information for males Over 40 Years

    When you’re in your 40s and able to begin dating once more you ought ton’t be concerned. Needless to say, you may possibly feel stressed or even a rusty that is little especially when you yourself haven’t been... Leia mais

    Em 10/07/2020