Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

Coisa de Mulher
No comando: Coisa de Mulher

Das as

Musical Evangéico
No comando: Musical Evangélico

Das as

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões – Pr. Waldemar Doberstein

Das 20:00 as 22:00

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões

Das 20:00 as 22:00

Coruja de Sexta I
No comando: Sexta de Primeira

Das 22:00 as 00:00

Um amigo na madrugada
No comando: Um amigo na Madrugada

Das 00:00 as 04:00

café da manhã
No comando: Café da Manhã com Jesus

Das 06:00 as 08:00

WhatsApp Image 2019-10-29 at 09.12.20
No comando: Júlio César Show

Das 08:00 as 12:00

WhatsApp Image 2019-10-29 at 09.24.46
No comando: Show da 95

Das 12:00 as 14:00

Voz Missonária II
No comando: Voz Missionária

Das 14:00 as 14:30

Sem título
No comando: Clube do Louvor

Das 14:00 as 15:00

WhatsApp Image 2020-01-23 at 09.23.15
No comando: TARDE MÁXIMA

Das 15:00 as 17:00

WhatsApp Image 2019-12-04 at 18.00.10
No comando: Mundo Gaúcho

Das 17:00 as 19:00

58577572_2213722078719533_2788416450736422912_n
No comando: CONEXÃO VIDA

Das 18:00 as 20:00

CIBI
No comando: CIBI – Igreja Batista Independente

Das 22:00 as 00:00

EUA decidem que atletas trans em esportes femininos é ilegal

Compartilhe:
Trans-competindo-com-atletas-femininas-nos-EUA-e1591034338688-768x401

 

EUA decidem que atletas trans em esportes femininos é ilegal

 

Uma decisão tomada pelo Departamento de Educação dos Estados Unidos definiu que a política da Conferência Atlética Interescolástica do estado de Connecticut viola a lei federal de direitos civis de atletas femininas. A regulamentação estadual permite que atletas trans possam competir no esporte feminino, o que é ilegal.

Na determinação, o Setor de Direitos Civis do Departamento de Educação emitiu uma carta explicando a decisão de impedir que atletas trans participem de competições femininas. Com 45 páginas, o documento é uma resposta a um pedido da Alliance Defending Freedom (Aliança Defendendo a Liberdade) em favor de competidoras femininas.

No pedido, jovens alegaram ter perdido oportunidades competitivas e possíveis bolsas de estudos, depois que terminaram as disputas atrás de dois atletas trans, Terry Miller e Andraya Yearwood, em várias competições estaduais.

Segundo Roger Brooks, advogado da Alliance Defending Freedom que representa as meninas, o processo deve abrir precedentes em todo o país para que decisões similares possam ajudar atletas femininas a encararem competições mais justas.

– É uma primeira decisão da agência encarregada de aplicar o Título IX (oportunidades iguais para mulheres), abordando a questão de saber se os homens no campo de jogo ou na pista estão privando as meninas de oportunidades consistentes com o Título IX – completou.

Pleno News

Deixe seu comentário:

Redes Sociais

Blog da 90

  • Dating Information for males Over 40 Years

    When you’re in your 40s and able to begin dating once more you ought ton’t be concerned. Needless to say, you may possibly feel stressed or even a rusty that is little especially when you yourself haven’t been... Leia mais

    Em 10/07/2020