Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

Coisa de Mulher
No comando: Coisa de Mulher

Das as

Musical Evangéico
No comando: Musical Evangélico

Das as

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões – Pr. Waldemar Doberstein

Das 20:00 as 22:00

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões

Das 20:00 as 22:00

Coruja de Sexta I
No comando: Sexta de Primeira

Das 22:00 as 00:00

Um amigo na madrugada
No comando: Um amigo na Madrugada

Das 00:00 as 04:00

café da manhã
No comando: Café da Manhã com Jesus

Das 06:00 as 08:00

WhatsApp Image 2019-10-29 at 09.12.20
No comando: Júlio César Show

Das 08:00 as 12:00

WhatsApp Image 2019-10-29 at 09.24.46
No comando: Show da 95

Das 12:00 as 14:00

Voz Missonária II
No comando: Voz Missionária

Das 14:00 as 14:30

Sem título
No comando: Clube do Louvor

Das 14:00 as 15:00

WhatsApp Image 2020-01-23 at 09.23.15
No comando: TARDE MÁXIMA

Das 15:00 as 17:00

WhatsApp Image 2019-12-04 at 18.00.10
No comando: Mundo Gaúcho

Das 17:00 as 19:00

58577572_2213722078719533_2788416450736422912_n
No comando: CONEXÃO VIDA

Das 18:00 as 20:00

CIBI
No comando: CIBI – Igreja Batista Independente

Das 22:00 as 00:00

Caso Rafael: Existem contradições relevantes, diz delegado sobre depoimentos da mãe e do irmão

Compartilhe:
3286d3f1c9c95128bcc42defb7600cfd

 

Caso Rafael: Existem contradições relevantes, diz delegado sobre depoimentos da mãe e do irmão

O irmão de Rafael Mateus Winques, de 11 anos, morto em Planalto-RS, foi ouvido pela polícia nesta segunda-feira (1), como testemunha do crime. Segundo o delegado Eibert Moreira Neto, há diferenças no depoimento da mãe, Alexandra Dougokenski, e no do adolescente de 16 anos.

“Fazendo análise das contradições existentes entre a versão apresentada pela Alexandra com a versão apresentada pelo [irmão]. Existem contradições relevantes, que a gente precisa explorar a partir de agora, mas isso será feito agora nos próximos dias. Estamos alinhando essas contradições e fazendo análises delas vamos desdobrar as próximas diligências”, afirmou o delegado.

Um laudo preliminar do Posto Médico-Legal de Carazinho indicou que Rafael morreu por asfixia mecânica por estrangulamento. O caso é tratado como homicídio doloso pela polícia. Rafael desapareceu em 15 de maio, quando foi dormir e, na manhã seguinte, não estava mais em casa. No dia 25 de maio, segundo a polícia, a mãe confessou o crime e disse o local que havia enterrado o menino.

O corpo estava dentro de uma caixa de papelão em uma casa vizinha. Alexandra alega que não teve a intenção de matar o filho e disse à polícia que teria dado um medicamento para o menino. *Com informações da RBS TV.

logo-infoco

 

Deixe seu comentário:

Redes Sociais

Blog da 90

  • Dating Information for males Over 40 Years

    When you’re in your 40s and able to begin dating once more you ought ton’t be concerned. Needless to say, you may possibly feel stressed or even a rusty that is little especially when you yourself haven’t been... Leia mais

    Em 10/07/2020