Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

Musical Evangéico
No comando: Musical Evangélico

Das as

Coisa de Mulher
No comando: Coisa de Mulher

Das as

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões – Pr. Waldemar Doberstein

Das 20:00 as 22:00

300bannerlateral01
No comando: Os 300 Gideões

Das 20:00 as 22:00

Coruja de Sexta I
No comando: Sexta de Primeira

Das 22:00 as 00:00

Um amigo na madrugada
No comando: Um amigo na Madrugada

Das 00:00 as 04:00

café da manhã
No comando: Café da Manhã com Jesus

Das 06:00 as 08:00

WhatsApp Image 2019-10-29 at 09.12.20
No comando: Júlio César Show

Das 08:00 as 12:00

WhatsApp Image 2019-10-29 at 09.24.46
No comando: Show da 95

Das 12:00 as 14:00

Voz Missonária II
No comando: Voz Missionária

Das 14:00 as 14:30

Sem título
No comando: Clube do Louvor

Das 14:00 as 15:00

WhatsApp Image 2020-01-23 at 09.23.15
No comando: TARDE MÁXIMA

Das 15:00 as 17:00

WhatsApp Image 2019-12-04 at 18.00.10
No comando: Mundo Gaúcho

Das 17:00 as 19:00

58577572_2213722078719533_2788416450736422912_n
No comando: CONEXÃO VIDA

Das 18:00 as 20:00

CIBI
No comando: CIBI – Igreja Batista Independente

Das 22:00 as 00:00

Após polêmica, Minas Tênis Clube rescinde com Maurício Souza

Compartilhe:
Maurício-Souza-1024x683

 

Após polêmica, Minas Tênis Clube rescinde com Maurício Souza

O Minas Tênis Clube anunciou nesta quarta-feira (27) que o jogador de vôlei Maurício Souza não faz mais parte do clube. A rescisão do contrato acontece em meio a polêmicas e acusações de que o atleta teria feito declarações homofóbicas nas redes sociais.

– O Minas Tênis Clube informa que o atleta Maurício Souza não é mais jogador do Clube – disse o clube no Twitter.

Apesar de ter vindo a público pedir desculpas, os patrocinadores consideraram “insuficientes” as retratações de Maurício e pressionaram para que o Minas encerrasse o contrato. Entre as empresas parcerias do Minas estão a Fiat e a Gerdau.

Inicialmente, o clube havia optado por afastar o jogador, sob a alegação de que não aceitaria “manifestações intolerantes”.

– O Minas Tênis Clube reforça que não aceita e não aceitará manifestações intolerantes, racistas, preconceituosas e homofóbicas, e que intensificará campanhas internas em prol da diversidade, respeito e união, por serem causas importantes e alinhadas com os valores institucionais – escreveu o clube.

Em seu pedido de desculpas, Maurício afirmou que não teve a intenção de ofender a comunidade LGBT por se manifestar contra a criação do Superman bissexual.

Pleno News

 

Deixe seu comentário:

Redes Sociais

Blog da 90